Edições da Revinter

pdf Exposição ocupacional dos agentes de combate as endemias aos inseticidas Popular

Marcado em Gilberto Santos Cerqueira, Helson Freitas da Silveira, João Marcelo de Castro e Sousa, Josiane Maria Soares da Costa, Marcus Vinicius Oliveira Barros de Alencar, Maria Lucianny Lima Barbosa, Tereza Maria da Silva Ferreira, Thompson Lopes de Oliviera

Os agrotóxicos são compostos químicos conhecidos por suas propriedades neurotóxicas, frequentemente considerada responsável pela intoxicação dos trabalhadores que manuseiam e aplicam agrotóxicos. A exposição ocupacional aos agrotóxicos no Brasil é um problema de saúde pública, que continua sendo subnotificada, tornando mais difícil as práticas de políticas públicas para prevenção das intoxicações por agrotóxicos. O estudo teve como objetivo investigar a exposição ocupacional dos agentes de endemias de São Gonçalo do Amarante - CE. Realizou-se um estudo exploratório descritivo com abordagem quantitativa com 26 agentes do município. As principais manifestações clínicas observadas após exposição ocupacional foram: eczema na pele, ardência nos olhos, tonturas, manchas na pele e coriza. Enfim, é de suma importância organizar processos educativos que valorizem o grau de conhecimento do trabalhador a cerca da utilização dos equipamentos de proteção como também dos produtos que utilizam nas suas atividades e assim tornando se sujeitos críticos, interpretativos, conscientes e seguros da realidade que vivenciam na sua rotina de trabalho.

DOI: http://dx.doi.org/10.22280/revintervol10ed2.264

Atendimento

Rua Turiassu, 390 | 9º Andar Perdizes | São Paulo-SP CEP 05.005-000 | Brasil

  • dummy+55 (11) 3868.6970

  • dummyatendimento@intertox.com.br

Newsletter

Não perca nenhuma novidade sobre a Revinter! Receba todas as edições da Revinter no seu e-mail grátis!

Search

Lançada! Revinter v. 10, n. 3 (2017): Volume 10 • Número 3 • Outubro de 2017 - São Paulo  botao 1